PARÁBOLAS EM O EVANGELHO DE MARCOS - CAPÍTULO 4 – PARTE 1

V. 1 - Voltou Jesus a ensinar à beira mar. E reuniu-se numerosa multidão a ele, de modo que entrou num barco, onde se assentou, afastando-se da praia. e todo o povo estava à beira mar, na praia. V. 2 - Assim lhes ensinava muitas coisas por parábolas, no decorrer do seu doutrinamento. V. 3 - Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear. V. 4 - E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho, e vieram as aves e a comeram. V. 5 - Outra caiu em solo rochoso, onde a terra era pouca, e logo nasceu, visto não ser profunda a terra. V. 5 - Saindo, porém , o sol a queimou; e porque não tinha raízes, secou-se. V. 7 - Outra parte caiu entre os espinhos; e os espinhos cresceram e a sufocaram, e não deu fruto. V. 8 - Outras, enfim, caíram em boa terra, e deram fruto que vingou e cresceu, produzindo a trinta, a sessenta e a cem, por um. V. 9 - E acrescentou: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Imediatamente após ter sido procurado por seus familiares, Jesus volta a ensinar à beira mar. Muitos interpretam esta sua atitude como o seu desligamento da família carnal, para dedicar-se à família espiritual. Ali ele teve necessidade de entrar num barco para afastar-se da grande multidão que se aglomerou junto dele. Marcos informa que ele lhes ensinava por parábolas.

Em termos bem simplistas, uma parábola é um tipo de comparação que se faz com figuras da vida quotidiana, para explicar alguma verdade espiritual. Jesus fez muito uso deste recurso, visando facilitar a compreensão dos seus ensinos. Ele transmitia conceitos espirituais, traçando comparações com fatos da vida comum que todos conheciam. Assim era fácil para os ouvintes entenderem o que ele queria dizer.

A parábola do semeador é a primeira de um grupo de quatro outras que ele usou para ensinar sobre o reino de Deus. Por meio dela nós aprendemos o que acontece quando a Palavra é lançada, ou pregada, pra uma multidão de pessoas de naturezas diferentes. É comparável ao que acontece quando a semente é lançada sobre uma grande área de terra, contendo diferentes tipos de solo. O resultado depende de cada tipo de solo. Assim também o resultado da Palavra depende do coração de cada pessoa que ouve. A parábola do semeador foi trazida em momento muito oportuno do ministério de Jesus. Ela vem explicar a razão dos conflitos dele com os seus adversários e até com seus parentes. Em todo lugar aonde chega a Palavra de Cristo, estabelece-se uma divisão que põe em evidência a verdadeira natureza espiritual de cada um. Os adversários rejeitaram-na desde o início. A sua rebeldia contra ela levou-os até à blasfêmia contra o Espírito Santo. Os próprios familiares de Jesus mostraram certa reserva contra a Palavra; e o processo de rejeição pelo público também já havia começado.

Disponível em: evangelhodofilhodeDeus.comunidades.net/capítulo4

Publicações Recentes

Tel.: (21) 2253-2849 / 2223-3288  |  E-mail: contato@ebaronline.com.br

© 2017 Escola Bíblica do Ar - Todos os direitos reservados.​

​Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil