POR QUE JESUS PERGUNTOU TRÊS VEZES SE PEDRO O AMAVA?

Esse encontro acontece após a ressurreição de Jesus, após um segundo milagre de pesca milagrosa que Jesus promoveu (agora, já ressuscitado) diante de alguns dos discípulos, parecida com o primeiro milagre da pesca maravilhosa (João 21.1-14). Após esse milagre, Pedro percebeu que o homem que estava na praia era Jesus (João 21.7). Então, todos foram comer juntos e segue-se o diálogo de Pedro com Jesus, com a primeira pergunta de Jesus a ele: “Depois de terem comido, perguntou Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes outros? Ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Ele lhe disse: Apascenta os meus cordeiros” (João 21.15). Por que Jesus, mesmo depois de receber a resposta de Pedro de que o amava, perguntou mais duas vezes a Pedro se ele o amava?

 

 Alguns pensam que Jesus quis fazer um contraste aqui com as três vezes que Pedro o negou (Mateus 26.75). Isso é muito possível. Era algo que estava bem fresco na memória de Pedro, porém, Jesus não o fez diretamente como uma forma de feri-lo, mas de uma forma incrivelmente sensível, para demonstrar a nova situação de Pedro, agora, perdoado e sendo preparado para ser o líder da sequência do trabalho de Deus na terra. Agora, Jesus queria que Pedro o confessasse três vezes e lembrasse da sua restauração.

 

 Além da restauração de Pedro, o principal fato em questão aqui é que Pedro já havia sido perdoado, porém, como alguém que negou Jesus poderia liderar a igreja de Cristo? Certamente teria dificuldades e objeções diante das pessoas, se o próprio Cristo não indicasse que essa era a vontade de Deus ali na frente de outros discípulos. O foco principal de Jesus é, então, deixar claro que Pedro seria líder e estava plenamente restaurado para tal.

 

 A repetição da pergunta por três vezes também nos indica o foco principal que Pedro deveria ter em seu trabalho como apóstolo: o amor. O amor a Jesus, pleno, totalmente comprometido, só esse amor daria a Pedro (e a todos que servem a Deus) a capacidade de pastorear as ovelhas do Senhor, de cuidar da igreja de Cristo, o que é um grande desafio que, sem o suporte do amor a Deus, não seria plenamente completado!

 

Meus cordeiros e minhas ovelhas foi como Jesus chamou aqui a Sua igreja. Sabemos que são dois tipos de animais muito usados figuradamente por serem parecidos com os seres humanos em vários comportamentos, bem problemáticos como os seres humanos são, e também por necessitarem de pastoreio para que tenham um vida boa e agradável. Nada mais claro para demonstrar como seria o trabalho do apóstolo Pedro, um homem restaurado, que agora confessa Jesus sem qualquer medo e o ama acima de todas as coisas!

 

Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?
 
Não sei se você é uma dessas pessoas que tem dificuldades de entender a Bíblia. Eu já fui e sofri muito! Mas não me dei por vencido, não me deixei ser derrotado pelos inimigos. E você, como anda sua leitura da Bíblia? Seu entendimento? Que tal melhorar nessa área da sua vida espiritual, aprendendo a entender assuntos da Bíblia de forma simples e rápida, ajudado por quem já superou as mesmas dificuldades que você enfrenta?

 

FACEBOOK
TWITTER
Please reload

Publicações Recentes
Please reload

Tel.: (21) 2253-2849 / 2223-3288  |  E-mail: contato@ebaronline.com.br

© 2017 Escola Bíblica do Ar - Todos os direitos reservados.​

​Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil