O VALOR DE UM LAR CRISTÃO: O FRUTO DE UM LAR CRISTÃO

Eu gostaria de afirmar que há frutos para quem se decide a ter de fato um lar cristão segundo o coração de Deus.

 

Isaías foi enviado à casa de Jonadabe, que era filho de Recabe. Ali, por ordem divina, convidou-os a beberem vinho. Eles, então, responderam: “Jamais beberemos, pois Recabe ensinou ao nosso pai Jonadabe e nós seguimos os seus ensinamentos”. Isto está em Jeremias 35. Deus estava frisando a obediência que os recabitas tinham com a palavra do seu ancestral, diferentemente de Israel, que não valorizava a palavra do seu Deus. A cena comprovou que Jonadabe e Recabe foram extremamente bem sucedidos na edificação de suas famílias. Eles transmitiram valores que perduraram por gerações.

 

Um lar cristão transmite valores eternos. Filhos de verdadeiros pais crentes não têm dificuldade de crerem em Deus, pois viam com os próprios olhos a realidade de Deus na história de seus pais. Eles acompanharam as lutas, as dificuldades, as lágrimas que derramaram ao longo do tempo. Mas também observaram a seriedade com que seguiam as orientações da Bíblia Sagrada, a Lei de Deus. Eles enxergaram em seus pais uma fé verdadeira, legítima, não um blefe ou uma religiosidade vã. Um lar cristão verdadeiro imprime no coração dos filhos um bem eterno. Esses novos homens e mulheres sairão a constituir os seus lares com a consciência de que Deus é real e que deve ser temido em todo o tempo da vida.

 

Um lar cristão prepara filhos para o amanhã. Sim, porque num lar cristão todos trabalham. Os filhos são ensinados desde pequeninos a fazerem as suas tarefas, a ajudarem os pais, a compartilharem do que têm, a serem solícitos em seus estudos, dedicados em suas atividades. Num lar cristão a preguiça e a falta de iniciativa são banidas e todos possuem responsabilidades. Portanto, quando adultos forem terão grande facilidade em formar as suas próprias famílias, seguirem com os seus próprios negócios, estudarem em suas áreas de interesse e construírem o seu próprio patrimônio.

 

Um lar cristão promove o amor e a comunhão. Dentro de casa se aprende a perdoar quem se ofende. Em casa se aprende a ceder a vez, a ajudar a quem precisa, a obedecer os mais velhos, a respeitar os idosos, a dar honra a quem honra. Em casa se aprende a comportar-se numa mesa de refeição e a buscar o melhor para o próximo. Em família se aprende a valorizar as virtudes a e lutar contra os defeitos. Em casa se aprende a não dormir com o coração magoado, nem a deixar a raiz de amagura dominar a alma.

 

Um lar cristão prepara a família para propagar a fé. Em casa se aprende a seriedade do céu e do inferno. Em casa se faz a decisão ao lado de Cristo e se propõe a segui-Lo. E em casa é transmitida a necessidade de se pregar o evangelho para quem não teve a chance de ser criado com essa riqueza chamada Bíblia. O ardor missionário começa num lar que ama ao próximo e que deseja a salvação de todos, como Deus.

 

Um lar cristão equilibra a vida humana. Em casa há trabalho, mas também há diversão, há lazer, há momentos lúdicos e há hora para o pranto e para a dor. Em casa se aprende a vivenciar todas as emoções e também a ter controle sobre elas. Em casa se aprende a celebrar o nascimento de um bebê e a chorar o passamento de um familiar. Em casa se reparte um prato de comida com quem precisa e se auxilia um ao outro na conquista de seus desafios.

 

Por fim o lar cristão é a solução para o mundo moderno. Deus ama a família e a constituiu para que nela fossem gerados os valores que norteariam a construção de uma sociedade que Lhe agradasse e que fizesse brilhar a beleza do ser humano que criou. Infelizmente o pecado turbou esta sociedade e o mundo inteiro jaz no Maligno. Contudo, pelas poucas famílias verdadeiramente cristãs, que ousam viver uma contracultura, que instam em obedecer aos mandamentos do Senhor, que não temem as críticas e nem as perseguições e que semeiam a paz, o amor e o temor ao Senhor, Deus ainda tem piedade deste mundo. Não será para sempre, porque o juízo divino virá. Mas quem a Ele temeu terá a sua recompensa. O bom pai, a boa mãe, o bom filho, o bom marido, a boa esposa, serão lembrados com honra e receberão do Senhor as recompensas devidas, porque fizeram exatamente aquilo que o Senhor tencionava ao criar a primeira família, Adão e Eva. Conquanto eles tenham pecado, Deus trouxe o Novo Adão, o Senhor Jesus Cristo, o Filho dos filhos, o exemplo em tudo, colocando-o junto de um pai adotivo exemplar, José, e de uma mãe humana maravilhosa, Maria, que proveram a Ele um maravilhoso lar alicerçado em Deus.

 

Que sejam assim também os nossos lares e que Deus salve a família! Que Deus a todos abençoe. Amém.!
 

FACEBOOK
TWITTER
Please reload

Publicações Recentes
Please reload

Tel.: (21) 2253-2849 / 2223-3288  |  E-mail: contato@ebaronline.com.br

© 2017 Escola Bíblica do Ar - Todos os direitos reservados.​

​Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil