top of page

A COMPAIXÃO DE JESUS

Hebreus 2:17-18 descreve Jesus como sumo sacerdote, dizendo: “Por isso mesmo, convinha que, em todas as coisas, se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas coisas referentes a Deus e para fazer propiciação pelos pecados do povo. Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados.”


Sendo Deus, Jesus tornou-se homem e tem compaixão de nós. Ele soube o que era lidar com a tentação, mas não caiu em pecado. Assim, Ele é paciente com o transgressor, ainda que nunca tolere o pecado; Ele foi compreensivo, mas não indulgente. Jesus é empático com os homens. Ele se identifica com eles e os compreende.


Jesus conhece e simpatiza com nossas fraquezas humanas. Ele se identifica conosco em todas as nossas fragilidades. Sua compaixão advém de Sua experiência como homem. Como homem, Ele se envolveu em todas as nossas fraquezas, mas em nada pecou. Ele viveu entre os homens como um homem, sentiu como eles e, por isso, pode agir com compaixão, brandura, gentileza e amor para com todos.


Assim, diante de sua maior fraqueza, quando você ora ao Senhor e coloca a Ele sua dor, perda ou qualquer outra coisa que parte seu coração, Jesus sabe, porque Ele mesmo passou por tudo o que você passa. Ele entende todas as coisas que o preocupam. Sim, Ele é compassivo com você. Por isso, você pode ir a Ele e pedir o Seu consolo e solução.


Jesus sempre tem compaixão de você.

Comments


bottom of page