DESAFIOS ACEITOS E SUPERADOS (ATOS 4:29)

“E AGORA, SENHOR, OUVE AS AMEAÇAS DELES E CONCEDE A TEUS SERVOS CORAGEM PARA ANUNCIAR TUA PALAVRA”

Impossível deixar de pensar nos crentes que enfrentam, dias de conflitos bélicos. Igualmente difícil seria pensar na Igreja de Jesus, onde quer que esteja, sem ter em mente os desafios enfrentados pela Igreja Primitiva, nos anos que se seguiram à morte, ressurreição e ascensão de Jesus.

Assim como nós, aqueles discípulos tinham mensagem a divulgar, compromisso de vida a cumprir e amor sem medida pelos que os cercavam e que não tinham presenciado as maravilhas vividas com Jesus, nos anos em que esteve caminhando com eles nas ruas da Judeia. De igual modo, enfrentavam dissabores, incompreensões, ameaças. Não há exagero nesta comparação.

Se hoje ainda desfrutamos de alguma liberdade religiosa que desejamos e precisamos preservar, é igualmente verdadeiro que enfrentamos desafios que nos deixam necessitados da ação poderosa do Senhor Jesus entre nós. A Igreja Primitiva via seus líderes sendo presos, executados, impedidos de testemunhar. Leitura atenta do livro de Atos traz detalhes daqueles tempos difíceis. A forma como lidavam com tudo aquilo era a oração. Oração que levava à ousadia para continuar a testemunhar de Jesus.

Pergunto: estamos lutando com Deus, em oração, para encontrarmos soluções celestiais para este tempo quando nos deparamos com tantos conflitos em diferentes lugares do mundo e até mesmo em nosso País? Estamos contando com a ajuda de qual recurso para sobreviver ao desânimo? A quem estamos recorrendo e com qual intensidade? Que tal recorrer ao exemplo da Igreja Primitiva de Atos?

Publicações Recentes