NAS MÃOS CERTAS

Aquele famoso músico entra no palco não com um violão caro e novo, envernizado e luxuoso. Seu violão é surrado, riscado, cheio de marcas do tempo. Mas não há naquele palco alguém que toque melhor e que tenha mais inspiração artística do que ele. Um violão surrado naquelas mãos é melhor do que o mais caro dos violões do mundo!

Aquele médico não possui equipamentos de última geração, estetoscópio novo ou aparelhos modernos, equipados com a mais alta tecnologia. Ele tem uma pasta de couro bem surrada, um jaleco gasto e limpo e um receituário simples. Mas nenhum de seus pacientes o troca por outro, uma vez que sua experiência, seu conhecimento, sua sensibilidade e suas recomendações são, no mínimo, as melhores. Ele é o mais bem sucedido médico da região!

Ele não tem uma máquina moderna de fotografias, cheia de lentes diferentes, de recursos tecnológicos de ponta ou de preço gigantesco. Pelo contrário, sua máquina é bem simples, equipada com o mínimo para ter fotos de qualidade. Contudo, com sua sensibilidade, sua experiência, com sua técnica de iluminação, de ângulo e de foco consegue fazer fotos profundas, perfeitas e inigualáveis, usadas nas mais caras revistas e sites do mundo. A máquina é ele, não a câmera!

Aquele pastor não usa uma bíblia luxuosa, de beiras douradas com detalhes entalhados em couro. Pelo contrário, sua bíblia é comum, é simples, é barata. Ela está toda riscada, marcada, anotada, amassada, amarelada e gasta. Dificilmente se encontra naquela região alguém que seja mais bíblico e mais iluminado pelo Espírito Santo na transmissão da Palavra do que ele. E a eficácia não está no instrumento material, mas na alma incandescida pelo Senhor!

Nós podemos não ser tudo o que alguém perfeito seria em nosso ideal de perfeição. Não somos bonitos o bastante, não somos ricos o suficiente, não temos a saúde ideal e nem a cultura mais avantajada. Não somos de fina estirpe, não pertencemos à realeza; não temos influência econômica ou política e nem gozamos de recursos que nos deem absoluta tranquilidade. Contudo, nas mãos de Deus poderemos ter a graça da beleza de Cristo, da riqueza do Senhor, da saúde suficiente para o exercício de nosso ministério e o conhecimento adequado para fazer o que deve ser feito. Ainda que pobres e plebeus, somos espiritualmente Filhos do Rei e Príncipes no reino do Senhor. Quando usados por Deus poderemos ser mais influentes do que um poder político e ter mais recursos do que um rico deste mundo. Ainda que pobres, enriqueceremos a muitos pela graça do Senhor!

Somos apenas o instrumento no qual Deus pode tocar a Sua canção de vida. Vida eterna, vida com Cristo, vida feliz.

Glória ao Nome dEle! Amém.

Publicações Recentes