O LIVRO DE PROVÉRBIOS ENSINA SOBRE OS NOSSOS RELACIONAMENTOS: A FAMÍLIA

(Fonte: The way of the wise: Studies in the Book of Proverbs (lesson 7), de Robert Deffinbaugh - Community Bible Chapel. Tradução e adaptação livre. Textos bíblicos: Almeida Revisada - IBB).



O valor da família


Qual ave que vagueia longe do seu ninho, tal é o homem que anda vagueando longe do seu lar. (27:8)


O solitário busca o seu próprio interesse e insurge-se contra a verdadeira sabedoria. (18:1)


A responsabilidade da liderança da família com a felicidade do seu lar


O que perturba a sua casa herda o vento, e o insensato é servo do sábio de coração. (11.29)


A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba. (14:1)


Na casa do justo há grande tesouro, mas na renda dos perversos há perturbação. (15:6)


O que é ávido por lucro desonesto transtorna a sua casa, mas o que odeia o suborno, esse viverá. (15:27)


Com a sabedoria edifica-se a casa, e com a inteligência ela se firma; pelo conhecimento se encherão as câmaras de toda sorte de bens, preciosos e deleitáveis. (24:3-4)


A miséria das hostilidades em família


Melhor é o pouco, havendo o temor do SENHOR, do que grande tesouro onde há inquietação.

Melhor é um prato de hortaliças onde há amor do que o boi cevado e, com ele, o ódio. (15:16-17)


Melhor é um bocado seco e tranqüilidade do que a casa farta de carnes e contendas. (17:1)


A felicidade de filhos honrados e a tristeza de filhos insensatos


O ornato dos jovens é a sua força, e a beleza dos velhos, as suas cãs. (20:29)


Coroa dos velhos são os filhos dos filhos; e a glória dos filhos são os pais. (17:6)


Grandemente se regozijará o pai do justo, e quem gerar a um sábio nele se alegrará. Alegrem-se teu pai e tua mãe, e regozije-se a que te deu à luz. (23:24-25)


Provérbios de Salomão. O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho insensato é a tristeza de sua mãe. (10.1)


O filho sábio alegra a seu pai, mas o homem insensato despreza a sua mãe. (15:20)


O filho estulto é tristeza para o pai, e o pai do insensato não se alegra. (17:21)


O filho insensato é tristeza para o pai e amargura para quem o deu à luz. (17:25)


O que maltrata a seu pai ou manda embora a sua mãe filho é que envergonha e desonra. (19:26)


O que rouba a seu pai ou a sua mãe e diz: Não é pecado, companheiro é do destruidor. (28:24)


Há daqueles que amaldiçoam a seu pai e que não bendizem a sua mãe. (30:11)



A importância da educação correta dos filhos


Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele. (22:6)


O que retém a vara aborrece a seu filho, mas o que o ama, cedo, o disciplina. (13:24)


Castiga a teu filho, enquanto há esperança, mas não te excedas a ponto de matá-lo. (19:18)


A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a afastará dela. (22:15)


Não retires da criança a disciplina, pois, se a fustigares com a vara, não morrerá. Tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do inferno. (23:13-14)


A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe. Quando os perversos se multiplicam, multiplicam-se as transgressões, mas os justos verão a ruína deles. Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias à tua alma. (29:15-17)


Porque o SENHOR repreende a quem ama, assim como o pai, ao filho a quem quer bem. (3:12)


Conselho aos filhos


Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos se agradem dos meus caminhos. (23:26)


Filho meu, ouve o ensino de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe. Porque serão diadema de graça para a tua cabeça e colares, para o teu pescoço. (1:8-9)


Filho meu, se aceitares as minhas palavras e esconderes contigo os meus mandamentos, para fazeres atento à sabedoria o teu ouvido e para inclinares o coração ao entendimento, e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz, se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares, então, entenderás o temor do SENHOR e acharás o conhecimento de Deus. ( 2:1-5)


Filho meu, não te esqueças dos meus ensinos, e o teu coração guarde os meus mandamentos; (3:1)


Ouvi, filhos, a instrução do pai e estai atentos para conhecerdes o entendimento; (4:1)


O filho sábio ouve a instrução do pai, mas o escarnecedor não atende à repreensão. (13:1)


O insensato despreza a instrução de seu pai, mas o que atende à repreensão consegue a prudência. (15:5)


Todos devem atentar para a disciplina divina


Porque o mandamento é lâmpada, e a instrução, luz; e as repreensões da disciplina são o caminho da vida; (6:23)


O caminho para a vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona a repreensão anda errado. (10:17)


O ensino do sábio é fonte de vida, para que se evitem os laços da morte. (13:14)


Disciplina rigorosa há para o que deixa a vereda, e o que odeia a repreensão morrerá. (15:10)



(Fonte: The way of the wise: Studies in the Book of Proverbs (lesson 7), de Robert Deffinbaugh - Community Bible Chapel. Tradução e adaptação livre. Textos bíblicos: Almeida Revisada - IBB).

Publicações Recentes

Tel.: (21) 2253-2849 / 2223-3288  |  E-mail: contato@ebaronline.com.br

© 2017 Escola Bíblica do Ar - Todos os direitos reservados.​

​Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Escola Bíblica do Ar - EBAR