MEDO

Você já sentiu medo? Acho que todos, de uma forma ou de outra, conhecemos bem o que significa este sentimento. A Bíblia, preocupada com os aspectos existenciais do homem, surge com orientações bem interessantes.


Davi, rei de Israel, conhecia bem o medo. Era guerreiro valente, enfrentou a covardia de alguns adversários como, por exemplo, o rei Saul e nos deixou alguns registros sobre o assunto Um deles está no salmo 4, que eu gostaria que você procurasse ler com muito cuidado. Quando o ler, preste bastante atenção na preciosidade e profundidade das palavras de Davi. Eis algumas delas:


“responde-me quando clamo, ó Deus da minha justiça; na angústia me tens aliviado; tem misericórdia de mim e ouve a minha oração. Ó homem, até quando tornareis a minha glória em vexame e amareis a vaidade e buscareis a mentira? Sabei, porém, que o Senhor distingue para si o piedoso; o Senhor me ouve, quando eu clamo por Ele Em paz me deito e logo pego no sono, porque, Senhor, só tu me fazes repousar seguro”


O que acabamos de ler é de fácil compreensão. Davi admitiu que sentia angústia. Mas também afirmou que o Deus em quem ele cria seria suficiente para cuidar da sua angústia e fortalecê-lo. O que Davi nos ensina aqui é que, diante das situações da vida que nos deixam inseguros – e não são poucas – há um caminho que devemos seguir: aprofundar a convicção, a certeza de que Deus conhece o que se passa no seu coração e que tem um tratamento diferenciado para aqueles que confiam nEle.


Por isso, mesmo em meio a situações que não compreendemos e que podem nos deixar ansiosos, vale contar tudo a Deus, confessar a Ele o que sentimos, a nossa dor e permitir que Ele fortaleça o nosso coração e nos conserve em paz em meio aos problemas aparentemente sem solução.


Você tem dormido bem? Tem descansado no amor de Deus? Leia com cuidado o salmo 4 e imite o sábio rei e salmista: confesse a Deus o seu desassossego e desfrute do alívio que Deus preparou para você.

Publicações Recentes