NASCE O TEMPO

No tempo em que não existia o tempo – a frase soa estranha, mas é só assim que podemos começar. Não entra na nossa imaginação qualquer ação fora do tempo! Só Deus está presente, registra o primeiro historiador inspirado pelo Espírito Santo: “Antes que os montes nascessem, antes que formasses a terra e o mundo, de eternidade a eternidade, tu és Deus” (Salmos 90.2).


O autor, Moisés, conta como tudo começou: a terra era sem forma, vazia e escura. “Então Deus disse: ´Haja luz´, e houve luz” (Gênesis 1.3). Pois, no tempo em que o tempo não existia, no quarto dia da Criação, Deus fez o sol e a lua para governarem o dia e a noite, e marcarem as estações, dias e anos (Gênesis 1.14). Nós ainda não havíamos sido criados, o que só ocorreu no sexto dia. Quer dizer, nós surgimos muito depois do tempo medido, e desde o início a ele estamos atrelados (Gênesis 1.26-27). Fomos criados DENTRO DO TEMPO. E como todos nós fomos criados por Deus com um propósito, prestemos atenção para ESTE TEMPO, o “nosso” tempo.


Para começar bem, sejamos gratos ao Criador da vida, repetindo com Davi: “Tu formaste o meu interior e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te agradeço por me teres feito de modo tão extraordinário.” “Cada dia de minha vida estava registrado em teu livro, cada momento foi estabelecido quando ainda nenhum deles existia” (Salmos 139.13, 14, 16).


Afinal, aqui estamos! E façamos nossas as palavras de Moisés: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos um coração sábio” (Salmos 90.12).


Também, como o próprio Tempo é obra de Deus, que no seu plano nos dá esta oportunidade na história, sejamos sábios: “Aproveitem ao máximo todas as oportunidades nestes dias maus. Não ajam de forma impensada, mas procurem entender a vontade do Senhor.” (Paulo aos Efésios, 5.16-17).

Afinal, aqui estamos, neste tempo!

Publicações Recentes