top of page

MELANCIA MACHUCADA

Enquanto fazíamos a feira no supermercado, minha sogra e eu vimos uma promoção de melancias. Tomei uma na mão e lhe perguntei se estava boa. Ela disse que não sabia. Eu bati em sua casca, vi que estava pesada e a escolhi. Só não havia reparado que havia um esfolado na casca.

Ao chegar em casa minha irmã disse que eu escolhera uma melancia com problemas e que era preciso abri-la e ver se ainda tinha algum proveito. Quando a melancia foi cortada uma grata surpresa: doce, bem madura, deliciosa! Se eu considerasse o esfolado da casca no supermercado não a compraria. Mas ela nos surpreendeu com um sabor delicioso. Talvez outra, com casca perfeita, fosse menos saborosa ou até aguada. Mas esta estava ótima.

Isto me fez lembrar o que Jesus Cristo fez conosco. Estávamos também esfolados pelo poder do pecado, que nos corroeu a beleza, a ternura, muitas vezes os valores morais, a decência. Diz-nos a Bíblia que Jesus Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores, e éramos isso mesmo: miseráveis pecadores. Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. (1Tm 1:15);Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. (Rm 5:8)

Mas Ele decidiu comprar-nos com o Seu precioso sangue, derramado na cruz do Calvário. Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus (1Co 6:20).Talvez existissem pessoas muito melhores do que nós, pessoas sem os nossos erros, as nossas mazelas, as nossas falhas. Mas mesmo assim Ele investiu em nós e nos amou. Eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores, ao arrependimento. (Lc 5:32). O Seu amor foi eficaz em nossos corações. Ele nos trouxe para o Seu lar, nos fez habitar nos lugares celestiais e extraiu de nós toda a beleza original de Sua criação: Ele nos transformou! O bom fruto que porventura produzimos é fruto de Seu amor em nós. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus. (1Co 6:11)

Isto vale também para os nossos julgamentos alheios. Muitas vezes julgamos alguém pela casca, pela roupa, pela situação econômica. Quem está desempregado é maltratado, é considerado pessoa de menor importância. Já perceberam como as coisas mudam quando assumimos uma função, recebemos um valor, começamos um negócio? Até o olhar dos outros muda com relação a nós. Infelizmente no ministério cristão isso não deixa de ser verdade: quando estamos ativos num trabalho somos considerados e prestigiados. Quando estamos num hiato a consideração diminui. Reiniciamos um ministério e redescobrem o nosso contato! O ser humano é assim mesmo. Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça. (Jo 7:24)

Mas a melancia mostrou o seu valor intrínseco. Não era um esfolado, um machucadinho na casca que lhe tiraria a beleza e a riqueza de seu sabor e de sua importância. Ela nos trouxe muita satisfação. Assim também há pessoas tão preciosas e tão valiosas ao nosso redor, muitas vezes com vestes não tão bonitas e com situação não tão confortável. Poderíamos nos enriquecer muito com tais amizades e com tais relacionamentos. Como disseram os poetas Osny e Osvayr Agreste,

"Nos galhos secos de uma árvore qualquer, onde ninguém jamais pudesse imaginar; o Criador vê uma flor a brotar..."

Que não julguemos os outros pela aparência, pois poderemos nos surpreender muito, assim como esta melancia nos surpreendeu.

bottom of page